Após estiagem, chuvas levam duas cidades do MS a decretar emergência

Defesa Civil deve encaminhar cestas básicas, colchões, lonas e telhas para prefeitura de Naviraí, onde 1,4 mil casas foram atingidas pelos temporais

Solange Spigliatti, estadão.com.br

29 Setembro 2010 | 14h08

SÃO PAULO - Pelo menos duas cidades do Mato Grosso do Sul já decretaram situação de emergência por conta das fortes chuvas que atingiram o Estado desde o fim de semana, segundo informações da Defesa Civil do Estado.

 

Além de Naviraí, a cidade mais atingida, e Três Lagoas, que já decretaram a situação, outras seis estão analisando o pedido, entre elas Ponta Porã, Dourados, Corumbá, Bataiporã, Bataguassu e Anaurilândia, segundo informações do coordenador estadual da Defesa Civil, coronel Ociel Ortiz Elias.

 

A Defesa Civil deve encaminhar cestas básicas, colchões, lonas e telhas que foram solicitadas pela prefeitura de Naviraí. Conforme levantamento informado para o Estado, o município teve 1,4 mil casas atingidas pelos temporais.

 

Em Três Lagoas, 160 pessoas de 80 famílias estão sob a custódia da prefeitura municipal. "A Defesa Civil Municipal já encaminhou requerimento para que seja viabilizado cerca de R$ 4 milhões para a recuperação dos estragos", diz o coronel Ociel. Na cidade, uma pessoa morreu em um desabamento de uma casa, ao contrário das informações passadas anteriormente pelo órgão de que outras duas mortes teriam ocorrido por conta de outro desabamento na mesma cidade.

 

Segundo o coordenador estadual de Defesa Civil o problema mais urgente verificado em Três Lagoas é a ocorrência de danos em prédios públicos que atendem a população. Três escolas, postos de saúde, uma clínica de atendimento médico e uma clínica da mulher tiveram estragos causados pelas fortes chuvas. Nestes locais móveis e computadores foram danificados. De acordo com informações da Defesa Civil, seis pessoas ficaram feridas em todo o Estado, devido às chuvas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.