Após fuga, dois carcereiros são autuados por negligência

Dois carcereiros foram autuados em flagrante, por negligência, e foram afastados de suas funções após a fuga de 12 presos da Cadeia da Guanabara, de Franca, na região de Ribeirão Preto, na noite de ontem. Eles estariam fora do posto de vigilância da unidade prisional, o que poderia caracterizar a facilitação de fuga.Dos 12 fugitivos, cinco foram recapturados pouco depois, já que a ação foi descoberta depois da denúncia de um motoqueiro que passava pelo local. A denúncia evitou a fuga em massa. O delegado seccional, Mauri de Camargo Segui, abriu uma sindicância interna para apurar o caso. Os carcereiros poderão sofrer penas administrativas (advertência, repreensão e até suspensão). Na fuga, os presos serraram a grade do pátio, cortaram pedaços de uma tela e depois usaram uma corda de lençóis para escalar o muro e sair do presídio pelos fundos. A capacidade da cadeia é para 160 presos, mas existem mais de 470 detentos no local.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.