Após interdição, pista principal de Congonhas é reaberta

A pista principal do Aeroporto de Congonhas, na zona sul de São Paulo, foi reaberta às 18h03 desta quarta-feira, 14. Por questão de segurança, a pista permaneceu fechada para pousos e decolagens entre 16h26 e 18h03, por causa da forte chuva que atingiu a região. Das 214 decolagens programadas para esta quarta em Congonhas, 29 tiveram atrasos superiores a 45 minutos, ou seja, 12 %. Os dados são referentes ao período das 5h30 às 18 horas, segundo a Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero). A página da Infraero na internet contabilizava 18 chegadas fora do horário previsto, às 18h20. AlagamentosPor causa do temporal, o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) mantém todas as regiões da cidade em estado de atenção. Até as 18h30, pelo menos 19 pontos de alagamento haviam sido registrados. Sete deles estavam intransitáveis e impediam a passagem dos motoristas pela Avenida Professor Abraão de Morais, sentido São Paulo, na altura da Rua Ribeiro Lacerda; Avenida Presidente Tancredo Neves, rumo à Rodovia Anchieta, junto à Rua Nossa Senhora das Mercês; Avenida Roque Petroni Júnior, sentido da Marginal do Tietê, na altura das ruas Arcadio e Chafik Maluf; Rua Luiz Gama, nos dois sentidos, próximo da Avenida do Estado e também na Avenida Ermano Marchetti, na Rua Cavatton. TrânsitoA chuva também complicava a situação dos motoristas. Às 18 horas, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) registrou 108 quilômetros de congestionamento nas principais vias de São Paulo, índice bem acima da média para o horário, que é de 73 km. O pior trecho estava na pista expressa da Marginal do Pinheiros, sentido Interlagos, onde o motorista reduzia a velocidade por cerca de oito quilômetros, a partir do Complexo Viário Alexandre Mackenzie. Pela Avenida dos Bandeirantes, sentido da Rodovia Imigrantes, a pista expressa apresentava sete km de lentidão desde a Marginal do Pinheiros até o Viaduto Aliomar Baleeiro. Na via expressa da Marginal do Tietê, sentido Lapa-Penha, havia 5,5 km de problemas a partir da saída da Rodovia dos Bandeirantes. Pelo corredor norte-sul, formado pelas avenidas Rubem Berta, 23 de Maio e Moreira Guimarães, havia 5 km de lentidão nos dois sentidos. O transbordamento do córrego Ribeirão dos Couros, na divisa de São Paulo com São Caetano do Sul, levou a concessionária Ecovias a bloquear o trecho de planalto da Rodovia Anchieta, altura do quilômetro 13, no final da tarde desta quarta, em ambos os sentidos. O tráfego foi desviado para as pistas marginais, onde não havia registro de lentidão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.