Após pane, movimento é tranquilo nos principais aeroportos

Na noite de terça, uma pane no Cindacta 3, no Recife, em Pernambuco, provocou transtornos e atrasos

Fabiana Marchezi, da Central de Notícias, e Tânia Monteiro, da Agência Estado,

08 de abril de 2009 | 10h00

O movimento é tranquilo nos principais aeroportos do País na manhã desta quarta-feira, 8. De acordo com o último boletim divulgado pela Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero), até as 9 horas, das 529 operações programadas no País, 30 atrasaram mais de meia hora (5,7%) e 20 foram canceladas (3,8%).

 

Na noite de terça-feira, 7, uma pane no sistema de comunicação do Cindacta 3, no Recife, em Pernambuco, provocou transtornos e atrasos em vários terminais do País.

 

Por causa do problema, cuja causa ainda não foi identificada, aeronaves que voavam na região Nordeste ficaram sem comunicação com a torre do centro por cerca de 70 minutos. A torre captava as conversas mas não conseguia transmitir comandos para os pilotos.

 

Também em razão da pane, voos programados para sobrevoar a área do Cindacta 3 foram mantidos no solo em diferentes cidades do Brasil. De acordo com fontes da Aeronáutica, o problema não ofereceu risco às aeronaves que sobrevoavam a área porque elas foram monitoradas e conduzidas pelos controles de aproximação local dos diferentes aeroportos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.