Após polêmicas, Rio substitui 20 jurados dos desfiles de carnaval

Após polêmicas, Rio substitui 20 jurados dos desfiles de carnaval

Outros quatro jurados deixarão de trabalhar porque o quesito conjunto foi excluído da avaliação

Fábio Grellet, O Estado de S. Paulo

21 de novembro de 2014 | 21h00

RIO - Mais de 250 dias após o fim dos desfiles das escolas de samba do Rio, as notas atribuídas à Beija-Flor e à Unidos de Vila Isabel ainda produzem efeito. Entre representantes das agremiações e diretores da Liga há o entendimento de que jurados deram notas abaixo do merecido à Beija-Flor, que homenageou o ex-diretor da TV Globo José Bonifácio de Oliveira Sobrinho, o Boni. Já a Vila Isabel, que havia sido campeã em 2013, mas desfilou neste ano de forma precária, com alas em que faltava parte das fantasias, recebeu notas melhores do que seria justo.

Por isso, a Liga das Escolas de Samba do Rio (Liesa) finalmente anunciou uma providência: decidiu que 20 jurados serão substituídos. A entidade não divulgou quais são esses avaliadores nem a razão da mudança.


Os primeiros excluídos já foram avisados pela entidade, mas ninguém se pronunciou oficialmente sobre a troca. Em nota, a Liesa afirmou apenas que “a escolha de substitutos ficará a cargo do presidente, Jorge Castanheira”.

Exclusão. Outros quatro jurados deixarão de trabalhar porque o quesito conjunto foi excluído da avaliação. Agora, em vez de dez, haverá nove quesitos a serem julgados: bateria, enredo, samba-enredo, comissão de frente, mestre-sala e porta-bandeira, alegorias e adereços, fantasias, harmonia e evolução.

Onze dos 12 presidentes das escolas de samba do Grupo Especial votaram pela exclusão do quesito, alegando que já é avaliado dentro de outros. Só Fernando Horta, da Unidos da Tijuca, foi contrário à extinção.

Outras mudanças definidas pela Liesa foram no número máximo de carros alegóricos (cada escola poderia apresentar até oito alegorias e, a partir de 2015, serão sete) e no horário de início dos desfiles, atrasado em meia hora (começavam às 21 horas e agora serão a partir das 21h30).

Tudo o que sabemos sobre:
Rio de JaneiroCarnaval

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.