Após reajuste dos rodoviários, tarifa de ônibus sobe 12% em Salvador

Valor das passagens vai saltar de R$ 2,50 para R$ 2,80 a partir da 0 hora de domingo

Tiago Décimo - Agência Estado,

01 Junho 2012 | 17h44

SALVADOR - Após o Tribunal Regional do Trabalho da 5ª Região (TRT-5) determinar reajuste linear de 7,5% nos salários de motoristas e cobradores do transporte rodoviário de Salvador, além do pagamento de quinquênio - depois de quatro dias de greve da categoria, que paralisou a cidade -, a prefeitura decidiu acatar o pleito dos empresários do setor por aumento nas tarifas. O reajuste, de 12%, vai fazer o valor das passagens saltar de R$ 2,50 para R$ 2,80 a partir da 0 hora de domingo.

O secretário municipal de Transportes e Infraestrutura, José Mattos, justificou o aumento por este ter sido o segundo reajuste salarial desde que o valor da tarifa foi alterado da última vez, em janeiro do ano passado, quando a passagem saiu de R$ 2,30 para R$ 2,50. No início deste ano, o Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros de Salvador (Setps) havia reivindicado um aumento, mas teve o pedido indeferido pela administração municipal.

Por causa do reajuste salarial, o sindicato havia pleiteado o reajuste da tarifa para R$ 3,15, alegando aumento de R$ 4 milhões nas folhas de pagamentos das empresas e de R$ 700 mil mensais por causa do quinquênio. O pedido do Setps motivou uma manifestação de estudantes, que cobravam mais qualidade no transporte público de Salvador, na tarde desta quinta-feira.

De acordo com Mattos, até 2014, mil ônibus da frota (de 2,7 mil) devem ser renovados e 70% dos veículos devem contar com equipamentos de acesso para deficientes físicos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.