Reuters
Reuters

Após São Paulo, maiores concentrações são Rio, BH e Recife

Para a pesquisadora Mônica O'Neill, 'estudo mostra que não dá para pensar política de transporte ou de saúde isoladamente'

Luciana Nunes Leal, O Estado de S. Paulo

25 Março 2015 | 10h00


RIO - Depois de São Paulo, as maiores concentrações urbanas do País são, pela ordem, Rio de Janeiro (21 municípios que somam 11,9 milhões de habitantes), Belo Horizonte (23 cidades com 4,7 milhões de habitantes) e Recife (15 municípios com 3,7 milhões de habitantes).

"É a primeira vez que o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) traz um quadro de municípios com forte relação entre si, desde pequenos arranjos populacionais, até grandes concentrações de São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Recife e Porto Alegre. O que esse estudo nos mostra é que não dá para pensar política de transporte ou de saúde, por exemplo, isoladamente" diz a pesquisadora Mônica O'Neill.

Mônica lembra que o conhecimento da dinâmica dos municípios também influencia decisões de investimento da iniciativa privada para, por exemplo, abrir novos negócios.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.