Após segundo acidente, Ibama manda parar operação de mineroduto da Anglo American

Empresa voltou a poluir após acidente que vazou 300 toneladas de polpa de minério de ferro em Santo Antônio do Grama

Denise Luna, O Estado de S. Paulo

30 Março 2018 | 12h54

O Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) determinou que a Anglo American interrompa imediatamente a operação do Mineroduto Minas Rio, após o empreendimento registar o segundo acidente em menos de 20 dias.

Segundo o Ibama, dois dias após o retorno da operação paralisada em 12 de março, pelo acidente que vazou 300 toneladas de polpa de minério de ferro no município de Santo Antônio do Grama, em Minas Gerais, a empresa voltou  a poluir o município com o produto.

De acordo com a Anglo American, o vazamento durou cerca de 5 minutos e já foi estancado. Não foi informado o volume despejado no segundo acidente.

O Ibama exigiu que a empresa entregue em 48 horas o laudo com a descrição dos danos provocados em decorrência do acidente e detalhamento das medidas de mitigação, controle e reparação que estão e serão efetivados pela empresa. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.