Após seis horas, família é libertada por assaltantes

Depois de quase seis horas, terminou o drama de uma família na zona leste da capital paulista. Dois assaltantes mantinham, desde a zero hora desta quarta-feira, quatro pessoas reféns dentro de uma casa em Cidade Líder. Segundo a polícia, tudo começou quando uma adolescente, de prenome Luiza, de 16 anos, foi dominada por três criminosos, dois deles em uma moto, quando chegava em casa.A mãe da adolescente, a dona de casa Ione Nunes, por volta das 5h45, desmaiou dentro da casa e fez com que os bandidos abrissem a porta para permitir que a PM a socorresse. Neste momento, os policiais conseguiram invadir a residência e detiveram os criminosos, identificados como Thiago e Alércio. A dupla foi encaminhada ao plantão da Divisão Anti Seqüestro (DAS), na região central da cidade. Ione foi encaminhada ao pronto-socorro da região pelos Bombeiros.Os bandidos haviam entrado na residência, que foi cercada rapidamente por policiais do 19º Batalhão, acionados por vizinhos que testemunharam a ação dos criminosos. Um dos bandidos conseguiu fugir, a pé, antes da chegada dos policiais, que pediram reforço assim que perceberam as vítimas sob a mira de uma arma.Eram mantidos reféns, além de Ione e Luiza, o irmão dela, Fernando, de 22 anos, e o pai, um português, de prenome José. Os assaltantes exigiam a presença da imprensa televisiva para liberar as vítimas. A mãe de um dos bandidos foi localizada pela polícia e tentou convencer o filho a se entregar. Um dos criminosos, às 4 horas da madrugada, teria concordado em se render, mas o outro estava irredutível e teria exigido que o caso fosse colocado ao vivo na televisão, o que não ocorreu.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.