Celso Júnior/AE
Celso Júnior/AE

Após seis horas, todos os reféns de assalto são libertados em Brasília

Dois bandidos acabaram se entregando à polícia; nenhuma das quatro vítimas ficou ferida

Agência Estado

14 de junho de 2011 | 15h59

BRASÍLIA - Depois de seis horas, terminou bem, em Brasília, o caso em que dois assaltantes mantiveram quatro mulheres como reféns desde o meio da manhã desta terça-feira, 14, na Asa Sul da capital federal. Os dois bandidos acabaram se entregando à polícia à tarde e nenhuma refém foi ferida.

 

Depois de uma tentativa frustrada de assalto relâmpago em que foram surpreendidos pela polícia, os dois assaltantes entraram na casa, fazendo quatro pessoas reféns.

 

No início da tarde, uma mulher grávida já havia sido liberada pelos bandidos. Uma freira, também feita refém, saiu da casa desmaiada e carregada pelos policiais.

 

A Polícia Militar informou que os dois assaltantes têm ficha criminal, sendo um homicida, que cumpria pena de 28 anos e, beneficiado por um indulto, acabou ganhando a liberdade e não retornou à prisão.

 

Antes dos bandidos se entregarem, a PM havia divulgado a informação de que o clima era tenso porque os dois estavam usando drogas dentro da casa.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.