Aposentada morre soterrada em Juiz de Fora

As chuvas que atingem Minas Gerais provocaram na madrugada desta quarta-feira, 1º, a morte de uma aposentada em Juiz de Fora, na Zona da Mata mineira. Anita Bernardo Alves, de 76 anos, foi soterrada quando a parede do quarto em que dormia foi atingida por um muro de arrimo, que cedeu em razão da força das águas. O soterramento ocorreu por volta 1h30, na região sul da cidade.O temporal que atingiu Juiz de Fora durou cerca de quatro horas e provocou o transbordamento do córrego que corta o bairro Santa Luzia. A água invadiu casas e lojas.Na madrugada de terça, 31 de outubro, seis pessoas, entre elas quatro crianças, morreram soterradas no distrito de Córrego do Gravatá, na zona rural do município de Novo Cruzeiro, no Vale do Jequitinhonha. Uma tempestade que castigou a região provocou o deslizamento de terra, que atingiu duas casas vizinhas. Das vítimas, cinco pessoas eram da mesma família.Nesta quarta, a Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec) lançou o "Plano de Emergência Pluviométrica". De acordo com o plano, até abril, três equipes estarão de prontidão para auxiliar as cidades atingidas pelas chuvas no Estado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.