Aposentado cumpre desafio, mata um e vai preso

Sentindo-se desafiado, ao ouvir que não teria coragem para disparar o revólver que portava, o sexagenário aposentado Geraldo Ribeiro Souzaatirou seis vezes contra Valdevino Gonçalves de Oliveira, de 48anos. O baleado morreu no Pronto-Socorro do Hospital Alvorada eo homicida só não foi linchado porque policiais militares chegaram a tempo e o levaram à 4ª DP de Guarulhos, onde foi autuado em flagrante pelodelegado José Cristiano Lobo.No início da madrugada, Geraldo estava noBar do Domingos, no Jardim Nova Cumbica, em Guarulhos, na Grande São Paulo. Bebia em companhia de algumas mulheres, quando Valdevino chegou e o provocou. Sacando um revólver de calibre 38, o aposentado exigiu que ooutro se desculpasse, mas, ao contrário, o que ouviu foi umdesafio. Após o primeiro tiro, Valdevino tentou correr para arua, mas Geraldo continuou disparando até descarregar a arma.Imediatamente várias pessoas correram desarmá-lo. José Alves deGóes, dono de outro bar na mesma rua, conta que Geraldo apontouo revólver para ele e acionou o gatilho por duas vezes, mas jánão havia mais projéteis intactos. Foi nesse momento quepopulares tentaram linchá-lo. Geraldo chegou à delegacia com alguns hematomas pelo corpo e afirmou não estar arrependido.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.