Aposentado é assaltado em casa por supostos bancários

O aposentado Ricardo José Galotti, de 50 anos, foi baleado no peito após dois homens terem invadido seu apartamento, na Avenida Atlântica, em Copacabana, na zona sul, nesta terça-feira à tarde. Os criminosos levaram dinheiro do aposentado, mas a polícia ainda não sabe a quantia roubada.Galotti foi operado no Hospital Miguel Couto e seu estado de saúde é considerado estável. Por volta das 14h30, dois homens se apresentaram na portaria do prédio, fazendo-se passar por funcionários do Bradesco. Eles estariam com documentos que precisavam da assinatura de Galotti.Como é hábito do aposentado realizar operações bancárias em casa, o porteiro não estranhou e permitiu a entrada dos assaltantes. ?Ele sofre de esquizofrenia, não sai de casa há muito tempo, por isso é costume os bancários irem até sua casa?, explicou o delegado Ivo Raposo, titular da 13ª Delegacia de Polícia (Copacabana), que investiga o crime.Ao entrar no prédio, os dois homens renderam o porteiro, foram ao apartamento de Galotti e também dominaram as duas empregadas que trabalham para o aposentado. Galotti foi obrigado a entregar o dinheiro que tinha em casa, e baleado em seguida. O tiro atingiu o peito do aposentado. O delegado Ivo Raposo acredita que o crime tenha sido encomendado.Para ele, há indícios de que os assaltantes receberam informações de como era o cotidiano do aposentado. ?Não houve assalto a outros apartamentos do prédio?, disse. Segundo o delegado, Galotti vive sozinho com as duas empregadas. Elas serão chamadas para depor nos próximos dias.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.