Aposentado é feito refém; filha foge e chama a polícia

A auxiliar de enfermagem Regiane Guedes dos Santos, de 26 anos, conseguiu sair da própria casa, após ser trancada com a mãe no próprio quarto por três bandidos. Usando uma "tereza" (corda feita com lençois entrelaçados) ela fugiu e acionou a polícia, que prendeu os assaltantes.A jovem e seu pai, o aposentado Oswaldo Guedes dos Santos, de 61 anos, chegavam em casa, na Alameda Juliana, no bairro das Palmeiras, em Suzano, na Grande São Paulo, por volta das 23h de ontem, quando foram abordados pelo trio, armado de faca e um revólver. O aposentado havia acabado de chegar do serviço da filha, onde foi buscá-la. Ambos foram dominados na porta de casa.Antônio Geraldo Aparecido da Silva, 22, sua esposa, Adenize Pereira da Silva, 21, e a irmã desta, Claudenice Ribeiro da Silva, de 20 anos, dominaram o aposentado e Regiane quando pai e filha saíam do Gol vermelho. Os bandidos obrigaram as vítimas a entrarem na residência, onde Regiane e a mãe foram trancadas no quarto, no piso superior do imóvel. Enquanto isso, Oswaldo fazia companhia aos bandidos que o obrigaram a carregar até o carro um vídeo-cassete, um rádio-gravador, um aparelho de som, uma máquina de escrever eletrônica, um microcomputador completo, além de celular e relógios.Por estar nervoso e falar muito enquanto andava pela casa com o trio armado, o aposentado foi ferido em uma das mãos, com um facada, por Antonio Geraldo. Com o veículo carregado, os assaltantes fugiram levando Oswaldo refém, mas não pensavam que a jovem iria sair tão cedo do quarto e acionar a Polícia Militar. Homens da 7ª Companhia, da Força Tática, do 32º Batalhão, começaram a caçar o carro da família, que foi localizado na Rodovia Índio-Tibiriçá, próximo à esquina com a Estrada Keida Harada, no Jardim dos Eucaliptos, ainda em Suzano. O cerco foi feito ao carro, bandidos presos e vítima libertada.Faltavam as demais provas do crime: o material roubado da casa do aposentado. Tudo já havia sido descarregado na residência de Geraldo, localizada na Estrada Odila Cardoso, também no Jardim dos Eucalíptos. O aposentado disse aos policiais, da viatura 32712, sob o comando do sargento Moura, que Geraldo, Adenize e Claudenice o ameaçavam de morte constantemente e que não sabia se sairia vivo. A intenção dos bandidos era realizar outro assalto na madrugada. Os três foram levados para a Delegacia de Suzano e indiciados por roubo qualificado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.