Aposentado mata casal e se suicida

O aposentado Antônio Gomes da Silva, 68 anos, matou a tiros ontem à noite a enfermeira Luiza Prudêncio da Silva, 42, e o comerciante Ademir Ramos Augusto, 49, suicidando-se em seguida. O duplo homicídio aconteceu às 22h45 na frente da casa da enfermeira, no centro de Penápolis, na região de Araçatuba. Para se matar, o aposentado jogou seu carro, um Monza, na frente de uma carreta na rodovia Assis Chateaubriand (SP-425).Segundo a Polícia Civil, Silva e Luiza moraram juntos durante alguns anos e chegaram a ter um filho, atualmente com 14 anos. O aposentado não se conformava com o fim do relacionamento e o fato de a enfermeira ter passado a namorar Ademir Augusto. Na noite de ontem, Silva encontrou o casal dentro de um carro e, sem falar nada, descarregou um revólver calibre 38 contra ambos. A arma foi apreendida. A enfermeira foi atingida por dois tiros na cabeça. O comerciante recebeu três disparos, sendo um na cabeça, um no tórax e um no abdome. Os dois tiveram morte instantânea. Em seguida, Silva entrou em seu carro e seguiu para a rodovia, onde praticou o suicídio. Segundo o médico legislta João Carlos D´Elia, o aposentado teve esmagamento do crânio e fraturas em várias partes do corpo por causa da colisão. O motorista da carreta, Adriano Antônio Lima da Silva, 25 anos, nada sofreu.O duplo homicídio seguido de suicídio chocou a cidade, que tem pouco mais de 50 mil habitantes. Os corpos da enfermeira, do comerciante e do aposentado estão sendo velados desde as 5h da madrugada e serão sepultados hoje à tarde no cemitério Santa Cruz.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.