Apreendidas toneladas de maconha na fronteira do Paraguai

A polícia paraguaia apreendeu nos últimos dias mais de quatro toneladas de maconha que seriam vendidas durante o período de carnaval do Rio de Janeiro, informou hoje a Polícia. Na última operação, que aconteceu sábado, em Saltos do Guairá, nordeste do país, os policiais fizeram a apreensão de uma tonelada da droga, escondida a 60 metros do rio Paraná, que faz fronteira com o Brasil. A Polícia deteve quatro pessoas responsáveis pela droga, que estavam à espera de serem transportadas para território brasileiro numa embarcação. Durante outra operação realizada mais ao norte da fronteira com o Brasil, em uma fazenda localizada a poucos quilômetros da cidade de Pedro Juan Caballero, a Polícia confiscou cerca de três toneladas de maconha. A carga, distribuída em 350 bolsas, foi encontrada a 50 metros da sede da fazenda. A Polícia deteve duas pessoas, entre elas o dono da propriedade, acusado de ser uma das fontes de drogas para o tráfico no Rio de Janeiro. Fontes policiais informaram que, nesta época do ano, o tráfico de maconha paraguaia para o Brasil se intensifica devido à proximidade do carnaval no Rio de Janeiro, época quando a droga pode custar até US$ 350 o quilo. Nas regiões que fazem fronteira com o Brasil com plantações da droga, como Canindeyú, Amambay e Alto Paraná, a colheita chega a custar o equivalente a US$ 8 por quilo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.