AO VIVO

Acompanhe notícias do coronavírus em tempo real

Araraquara pode ir à Justiça para reativar sinais de celular

O prefeito de Araraquara, Edinho Silva (PT), determinou ao Centro de Orientação e Defesa do Consumidor e Mutuários (Comdecon) que estude medidas jurídicas contra a redução no sinal das estações de radiobase (ERBs) de celulares perto da penitenciária do município, a 275 quilômetros de São Paulo.A medida, em vigor desde a última sexta-feira por determinação do juiz Alexandre Tadeu Monteiro Zilenoviski, do Departamento de Inquéritos Policiais (Dipo), afetou outros moradores da região."Pelo menos 35 mil pessoas foram prejudicadas diretamente pela medida em Araraquara, mas praticamente a cidade toda perdeu, porque as pessoas se movimentam e usam seus celulares. Entendemos a necessidade de pôr fim a essa comunicação entre presos, mas o que precisamos é impedir que os celulares entrem nas prisões", argumentou o prefeito.Silva disse que a redução por pelo menos 20 dias é longa demais. Também haveria prejuízos ao comércio, pois um raio de dois a três quilômetros no entorno do presídio ficou sem sinal de celular.

Agencia Estado,

23 de maio de 2006 | 20h47

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.