Arquibancada vai junto com o samba do Camisa

"Passei a eles toda a confiança que precisavam. Agora é só arrasar", resumiu a coreógrafa da comissão de frente do Camisa Verde e Branco, Iascara Manzini, escola que entrou no sambódromo quando o sábado começou a amanhecer. E não deu outra. Não só a comissão de frente foi um show à parte, mas a bateria, por exemplo, justificou o apelido de "os galácticos da furiosa". O samba do Camisa empolgou a arquibancada, que cantou junto com a escola. O Camisa completou com tranqüilidade seu tempo de desfile.

Agencia Estado,

25 Fevereiro 2006 | 06h34

Mais conteúdo sobre:
carnaval carnaval 2006

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.