Arrependido, ladrão liga para a PM e se entrega

Em Itapecerica da Serra, na Grande São Paulo, o remorso fez com que o pedreiro Salvador Eli da Silva, de 25 anos, telefonasse para a Polícia Militar para se entregar, às 21 horas de sábado, após ter roubado um Gol branco e agredido o dono do carro, na companhia do ajudante Edielson Fragoso Tobias, de 24. Ao verificar a denúncia, na Estrada Djalma Pinto Ribeiro, no bairro do Engenho, os policiais avistaram um homem acenando para a viatura. Quando se aproximaram, o homem, bastante nervoso, confessou o roubo e disse ter golpeado a vítima na cabeça com um enxadão. Além de revelar quem era seu comparsa, Silva contou que a vítima - um marceneiro de 59 anos - tinha sido abandonada, com as mãos e pernas amarradas, dentro do porta-malas, em um matagal da mesma estrada. Localizado, o dono do Gol foi levado ao Pronto-Socorro Central da região. Ele afirmou não ter visto quem eram os assaltantes nem saber o porquê da agressão.Silva, preso em flagrante com a carteira e os documentos pessoais da vítima, contou que o Gol roubado teve um problema mecânico no câmbio.Por volta das 23 horas, Tobias foi preso em sua residência, também no município. Os dois envolvidos no crime, que não tinham passagem pela polícia, foram encaminhados ao DP de Itapecerica da Serra, onde foi registrado o boletim de ocorrência.Até as 20 horas de ontem, o marceneiro permanecia internado em observação, com ferimentos no rosto e na cabeça, mas sem risco de morrer.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.