Artesão particular

Audrey Hepburn, Greta Garbo e Carmem Miranda eram clientes fiéis da Salvatore Ferragamo, marca de sapatos que leva o nome de seu fundador. O artista italiano foi o primeiro a produzir os itens feitos à mão em grande escala. Até hoje, todos os pares passam por 14 artesãos, ganham três camadas de couro - uma a mais do que o usual - e ficam sete dias na forma antes de chegar às lojas. O resultado é o sucesso de modelos como o Vara (R$ 1.290), com fivela banhada a paladium e laço em gorgorão. Batizada de Varina, a versão sapatilha para o clássico pode ser encontrada em diversas cores. O masculino Nicolas (R$ 2.990), com fivela, tem uma sola antiderrapante de borracha tão delicada que faz você jurar que é de couro. Cidade Jardim. 3758.4791

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.