Articulador político é o nome preferido do PT para Saúde

O PT insiste para que a presidente eleita, Dilma Rousseff, nomeie Alexandre Padilha como ministro da Saúde. Padilha também conquistou apoio nas fileiras do PMDB, que hoje comanda a pasta. No modelo examinado por Dilma, o deputado Luiz Sérgio (PT-RJ), aliado do ex-ministro da Casa Civil José Dirceu, pode ser escalado para o lugar de Padilha na Secretaria de Relações Institucionais.

Vera Rosa, O Estado de S.Paulo

10 de dezembro de 2010 | 00h00

A presidente eleita só não bateu o martelo sobre a indicação de Padilha, que é médico e já trabalhou na Fundação Nacional de Saúde (Funasa), porque ainda está à procura de um nome sem vínculo partidário.

"Padilha tem a confiança do PT para qualquer missão",disse o deputado André Vargas (PR), secretário de Comunicação do PT.

A Saúde controla hoje o maior orçamento da Esplanada, com previsão de recursos de R$ 73 bilhões para 2011.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.