Asilo receberá R$ 36 mil pagos pela American Airlines

Dois advogados da companhia aérea American Airlines entregaram às 10h30 à Justiça Federal de Guarulhos R$ 36 mil em dinheiro, correspondentes à multa aplicada ontem por desacato ao comandante Dale Robbin Hersh, de 52 anos. O montante substitui o cheque entregue ontem pela companhia e será doado ao Asilo São Vicente de Paula, em Guarulhos. "Essa é a maior prestação pecuniária já ocorrida na Justiça Federal de Guarulhos", afirmou procurador Matheus Baraldi Magnani. O cálculo do valor da multa, segundo ele, foi baseado no salário do piloto norte-americano, de cerca de US$ 10 mil mensais, e na análise das conseqüências do crime. Hersh foi detido ontem de manhã pela Polícia Federal no Aeroporto Internacional de São Paulo, em Cumbica, por ter feito um gesto obsceno enquanto segurava uma folha de papel com seu número de identificação para ser fotografado. Com o pagamemto da multa, o passaporte de Hersh foi liberado e ele poderá voltar para os Estados Unidos. Por causa do crime, o piloto teve sua entrada no País negada. Ele passou a noite na sala vip da American Airlines em Cumbica. Segundo a PF, o piloto partirá no vôo da companhia das 23h30.

Agencia Estado,

15 de janeiro de 2004 | 12h12

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.