Assaltante faz carcereiro da PF como refém

O clima é tenso na sede da Superintendência da Polícia Federal, em Brasília. Informações de funcionários do local dão conta de que o assaltante Marcelo Borelli, autor do roubo de um avião da Vasp e de 50 quilos de ouro do aeroporto de Brasília, no ano passado, teria feito um carcereiro da Polícia Federal como refém. Agentes do Comando de Operações Táticas da PF e policiais militares estão no local fortemente armados e evacuaram os funcionários do prédio. A Polícia Federal ainda não informou oficialmente o que ocorreu.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.