Assaltantes de bancos no Pará são cercados pela PM

Os 30 homens que ontem pela manhã assaltaram o Banco do Brasil e o HSBC em Redenção, no sul do Pará, foram localizados por tropas da Polícia Militar e cercados na floresta próximo ao povoado Casa de Tábua, em Santa Maria dasBarreiras, perto da fronteira com Mato Grosso.Para evitar que os bandidos cheguem ao povoado e tomemos moradores como reféns, a PM montou barreiras nas estradas quecortam a rodovia BR-158. Quem passa de carro tem o veículorevistado e é obrigado a saltar para apresentar os documentos.Cerca de 120 policiais militares participam da busca aosbandidos.Dois dos quatro veículos utilizados na fuga de Redençãoforam recuperados. Eles estavam abandonados na localidade deSaiema, a 60 km da sede do município. A polícia apurou que umadas caminhonetes foi roubada pelo bando em Palmas, no Tocantins.A perícia nos carros será feita segunda-feira, em Marabá.No final da tarde de hoje, os 50 reféns de Redençãocomeçaram a prestar depoimento à polícia. Alguns, ainda muitoabalados, pediram para não ter os nomes divulgados pelaimprensa.Em Belém, o governador Simão Jatene (PSDB) se reuniudurante a tarde com os responsáveis pela área de segurançapública do Estado. Ele afirmou que a ordem transmitida à PM é deagir com todo o rigor para prender a quadrilha. "Nós sósossegaremos quando todos estiverem na cadeia", disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.