Assaltantes fazem arrastão com carro da polícia no interior

Sete homens armados invadiram a Delegacia de Polícia de Torre de Pedra, a 140 quilômetros de São Paulo, renderam um policial e usaram a única viatura que havia no local para fazer um arrastão na cidade, de 2.610 habitantes. A quadrilha parava o carro da polícia na frente dos estabelecimentos, saqueava o dinheiro e seguia adiante. Alguns bandidos nem entravam no carro, e seguiam a pé. Em pouco mais de meia hora, o bando fez 15 assaltos. Nem a agência dos Correios escapou. Policiais militares interceptaram a viatura e trocaram tiros com os bandidos. Quando um dos pneus foi atingido, eles deixaram o veículo e roubaram outro carro. Dois helicópteros, da PM de Sorocaba e de Bauru, foram mobilizados para as buscas, mas até o início da noite de segunda-feira, 9, ninguém havia sido preso. O escrivão Wilson Dias Camargo, que foi agredido na delegacia com socos e coronhadas, ficou muito ferido. O delegado seccional de Botucatu, Tadeu Campos de Castro, disse que é "questão de honra" prender os ladrões.

Agencia Estado,

10 Abril 2007 | 09h17

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.