Assaltantes invadem apartamento de provedor da Santa Casa no Rio

Dez homens armados com pistolas, metralhadoras e fuzis, usando roupas pretas similares ao uniforme de policiais da PM, invadiram, na manhã deste sábado, um prédio do Leblon, na zona sul do Rio. Eles assaltaram somente um apartamento, o do provedor da Santa Casa de Misericórdia do Rio, Dahas Zarur.Zarur, a mulher, dois empregados e o motorista da família permaneceram sob a mira dos criminosos por quase uma hora e meia. Ninguém ficou ferido. Segundo a chefe de investigações da Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DER), Marina Maggessi, os bandidos renderam o motorista por volta das oito da manhã, quando este chegava ao prédio no carro da família.Ameaçado, abriu a garagem para a entrada dos assaltantes, que estavam em dois carros. Cinco dos bandidos subiram diretamente para o apartamento do provedor, no terceiro andar, enquanto os outros permaneceram dando cobertura na recepção do edifício, que tem nove andares.InvestigaçãoMarina informou que o grupo tinha um objetivo único ao chegar ao prédio, já que foram direto para o apartamento de Zarur e não assaltaram mais nenhum morador. "Eles (bandidos) sabiam tudo deles (família de Zarur)", afirmou, acrescentando que o grupo fugiu nos mesmos carros nos quais haviam chegado, sem usar o automóvel da família.Os bandidos levaram muitas jóias e também uma quantia de dinheiro. A perícia colheu uma grande quantidade de impressões digitais.Embora a investigação esteja sob o comando da 14ª DP, Marina, que foi ao local pelo fato de o provedor ser amigo de sua família, não levantou suspeitas sob o envolvimento dos empregados do edifício. Ela disse acreditar que, por estarem muito bem armados, os assaltantes podem ter algum envolvimento com traficantes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.