JUNIO MATOS/ A CRÍTICA
JUNIO MATOS/ A CRÍTICA

Polícia mata quatro assaltantes que fizeram reféns como escudo em Manaus

Criminosos invadiram casa lotérica na capital do Amazonas e fizeram 25 reféns; um dos bandidos foi preso e nenhuma das vítimas se feriu

Jessica Petrovna, ESPECIAL PARA O ESTADO

13 Outubro 2018 | 20h03

SÃO PAULO - Quatro bandidos foram mortos e um quinto foi preso pela polícia do Amazonas após uma tentativa de assalto a uma casa lotérica em Manaus na tarde deste sábado, 13. Os criminosos fizeram cerca de 25 reféns e usaram as vítimas como escudo humano para tentar fugir do local.

A ação durou cerca de três horas. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP) do Amazonas, um dos assaltantes se rendeu assim que a polícia chegou no local, por volta das 14h, enquanto que os outros quatro conseguiram sair da lotérica, localizada na zona leste da cidade, com envelopes de dinheiro e usando os reféns como escudo.

A secretaria informou a polícia trocou tiros com os criminosos e que os quatro acabaram morrendo no confronto. Segundo o jornal local A Crítica, os mortos eram Gustavo dos Santos Maciel Mesquita, de 22 anos, Jefre Mariano Santana, de 24, Victor Souza de Castro, de 21, e um quarto não identificado. O quinto membro da quadrilha que foi preso é Valmir Lima de Pala, de 28 anos. 

Nenhuma das vítimas nem policiais ficaram feridos na ação. O dinheiro roubado da agência foi recuperado, mas o valor não foi divulgado.

Mais conteúdo sobre:
segurança pública

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.