Assaltantes invadem unidade do Exército na Bahia e roubam 20 fuzis

Criminosos encapuzados renderam soldados e levaram armamento exclusivo das Forças Armadas; polícia ainda não tem suspeitos

TIAGO DÉCIMO, O Estado de S. Paulo

14 Outubro 2014 | 14h29

SALVADOR - A unidade Tiro de Guerra do Exército na cidade de Serrinha, na Bahia, a 173 quilômetros de Salvador, foi invadida por assaltantes na madrugada desta terça-feira, 14. Armados com revólveres, os criminosos renderam os soldados que trabalhavam no local e levaram 20 fuzis de uso exclusivo das Forças Armadas. A polícia ainda não tem suspeitos para o crime.

Segundo informações do Comando da 6ª Região Militar, a ação foi realizada por volta de 0h30. Cinco homens chegaram à unidade em um carro e três deles, encapuzados, pularam a grade e renderam os três soldados que estavam no local, desarmados. Um deles teria sido agredido pelos assaltantes, mas não teve ferimentos graves.

Os criminosos, então, foram à sala onde ficam guardados os armamentos e levaram 20 unidades da arma Mosquefal M-964, utilizada em treinamentos militares.

Segundo o Exército, havia mais armas na sala, que não foram roubadas, e os assaltantes não levaram munição antes de fugir. Um inquérito policial militar foi instaurado e as Polícias Civil e Federal investigam o caso.

Mais conteúdo sobre:
Bahia Serrinha

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.