Assaltantes matam mecânico logo após sua chegada dos EUA

O mecânico gaúcho Anísio Nunes de Castilhos, de 45 anos, foi assassinado por assaltantes poucos minutos depois de chegar de uma temporada de quatro anos nos Estados Unidos e antes mesmo de ver os dois filhos, de 16 e de 8 anos, que o esperavam na praia de Cidreira, no litoral norte do Rio Grande do Sul.O crime ocorreu no início da madrugada desta terça-feira e interrompeu um sonho que estava próximo de se realizar. Trabalhando na Flórida, Castilhos havia juntado dinheiro para abrir sua própria oficina mecânica. Estava voltando a Porto Alegre para montar a empresa e oferecer melhor qualidade de vida à sua família.Ao desembarcar no aeroporto Salgado Filho, pouco antes da meia-noite, o mecânico foi recepcionado por sua mulher, Maria Aparecida, de 42 anos.O casal seguiu para o bairro Jardim Planalto, na zona norte de Porto Alegre, onde Castilhos reencontrou um irmão. Logo depois, começou a viagem para Cidreira.O casal foi interceptado ainda de sair da capital. Segundo descrição da mulher, ela e o marido foram obrigados pelos assaltantes a descer do carro. É possível que os criminosos tenham disparado depois de se assustarem com a aproximação de outro veículo. Castilhos foi atingido por três balas nas costas e uma na cabeça. Maria Aparecida não ficou ferida. Os ladrões fugiram sem levar nada. O latrocínio está sendo investigado pela 18ª Delegacia de Polícia de Porto Alegre.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.