Assaltantes matam PM e mantêm delegado e juiz reféns

Oito homens armados mataram um policial militar e mantinham, até as 19h30 horas desta terça-feira, 9, um delegado e um juiz como reféns, numa estrada na região do Alto Paranaíba, em Minas Gerais. O PM, identificado apenas como cabo Vandeck, foi morto a tiros, ao tentar evitar que os criminosos assaltassem uma agência do Banco do Brasil, em São Gotardo (MG). O assalto foi frustrado pela ação da Polícia Militar, mas os oito homens conseguiram fugir com três reféns: o delegado, o juiz e outro policial militar, que foi liberado com ferimentos. Os bandidos usaram duas caminhonetes e até um carro da PM na fuga, que acabou incendiado. Às 19h30, os assaltantes estavam cercados por 25 carros e dois helicópteros da Polícia Militar, perto da cidade de Serra do Salitre, mas mantinham os reféns em seu poder. No cerco, outros dois policiais foram feridos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.