Assaltantes são presos em roubo com refém em SP

Policiais militares da 3ª Companhia do 16º Batalhão conseguiram libertar, por volta das 20h30 de ontem, o motorista João Fernandes Pinheiro, de 30 anos, que havia quase uma hora estava em poder de três bandidos que realizavam um seqüestro-relâmpago na região do Butantã, zona Oeste da capital paulista. O rapaz saía de uma empresa, na qual trabalha como motorista, em sua Parati, na Avenida Valdemar Ferreira, no mesmo bairro, quando foi abordado por três bandidos, um deles armado com uma espingarda calibre 12. O trio invadiu o veículo da vítima e rodou com o motorista por quase uma hora. A intenção dos assaltantes era realizar saques em caixas-eletrônicos, roubar todos os pertences de João, inclusive o carro, e, se precisasse, até matá-lo. Os policiais desconfiaram dos quatro ocupantes do veículo quando cruzaram com a Parati próximo à Praça Vicente Rodrigues, ainda no Butantã. Houve perseguição, depois, o cerco policial e um dos bandidos, armado com a espingarda, desceu da Parati atirando contra as viaturas da PM; depois fugiu, mas deixou uma bolsa que carregava cair no chão.Dentro dela estava o documento do assaltante, identificado como Gustavo Bilatti, de 22 anos, que cumpria liberdade condicional. Os dois comparsas de Gustavo foram detidos, são eles: Anderson Miranda Jerônimo, 18, e Cristian Róbson Nascimento, 21. O delegado do 51º Distrito Policial, do Butantã, César Camargo, indiciou a dupla por roubo qualificado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.