Assaltantes se rendem e libertam reféns em clínica no Pará

Cinco assaltantes que mantiveram por mais de duas horas vinte pessoas reféns dentro de uma clínica médica,em Belém, se renderam no final da tarde desta quarta-feira, 25. Duas armas de calibres 38 e 32 foram apreendidas com os bandidos.Os treze primeiros reféns, libertados antes da rendição dos assaltantes, foram atendidos no prédio do Conselho Municipal de Educação, que fica ao lado da clínica, por equipes de médicos do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Testemunhas contaram que os cinco homens assaltaram uma agência lotérica próximo da clínica e, na fuga, invadiram o local quando foram cercados pela polícia. O pânico tomou conta de quem estava na clínica aguardando a vez de ser atendido. Idosos passaram mal e tiveram de ser carregados por vizinhos do prédio depois de ser libertados. O bairro do Umarizal, onde aconteceu o assalto, fica no centro da capital paraense e é um dos mais violentos da cidade. A polícia informou que dois dos cinco assaltantes já possuem ficha criminal. Os outros seriam novatos no crime. Eles foram levados para a Divisão de Repressão ao Crime Organizado. Na casa lotérica assaltada ninguém quis falar com jornalistas. O local foi fechado e seu proprietário foi chamado na polícia para prestar depoimento. Matéria atualizada às 18h40

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.