Assaltantes usam cães contra vítima, no Rio

Neste domingo, um estrangeiro de nacionalidade portuguesa foi roubado por ladrões que usaram cachorros para atacá-lo. C.F.R, de 34 anos, que pediu para não ser identificado, foi mordido nas pernas e no braço direito por cães que ele descreveu como sendo pastores alemães. Neste fim de semana foram registrados nove assaltos pela Delegacia de Atendimento ao Turista (Deat). O turista português estava em companhia de uma amiga, no Largo de São Francisco, no centro do Rio, quando foi abordado pelos criminosos, que portavam uma faca. Durante o assalto, os cães foram incitados e atacaram C., que teve a mochila roubada. Dentrohavia os documentos dele e da mulher que o acompanhava, além de R$ 600 e 200 euros. Ele pediu ajuda aos 13.º Batalhão (Praça Tiradentes) e foi encaminhado para o Hospital Souza Aguiar, no centro.Também hoje pela manhã, o inglês Anthonny Miles, 34, foi ameaçado por seis menores em Ipanema, na zona sul. Um deles trazia uma faca e roubou o relógio de Miles. O crime ocorreu a poucas quadras do lugar onde, no sábado à tarde, três suecos foram assaltados por um grupo de oito bandidos. Ao reagir, um dos turistas teve o braço cortado. Os criminosos levaram uma máquina fotográfica. Nenhum dos assaltantes foi preso.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.