Assalto a banco acaba com 1 ferido e 3 presos

Três criminosos foram presos e um foi baleado, às 16h50 de ontem, após assalto a uma agência do Banco do Brasil localizada na Avenida Guilherme Cotching, na Vila Maria, zona norte. Com a chegada da PM, houve tiroteio. A quadrilha subiu para o primeiro andar da agência, deixando o comparsa ferido, e fez cerca de15 reféns - entre funcionários e clientes.Os assaltantes chegaram à agência quando ela já estava fechada. Segundo a polícia, os criminosos vestiam terno e gravata. Eles renderam o vigia, que estava próximo ao caixa eletrônico, e foram até os caixas. Os funcionários da agência conseguiram acionar o botão de pânico - usado para chamar a PM. A polícia cercou todo o local e ordenou que os comerciantes fechassem as lojas e lanchonetes vizinhas. Um trecho da avenida foi interditado, por medida de segurança.O coronel e comandante do 5º Batalhão José Luiz Sanches Verardino contou que os bandidos foram recuando para os fundos da agência, quando viram os PMs. Logo em seguida, iniciaram um tiroteio. Desesperados, funcionários e clientes se jogaram no chão. "Os assaltantes ameaçavam a todo instante os funcionários e, quando a polícia chegou, eu achei que era o fim", disse uma funcionária da agência, que preferiu não ser identificada na reportagem.O assaltante ferido foi levado ao Pronto-Socorro do Hospital Vereador José Storópolis, na mesma região. De acordo com o coronel Verardino, ele não corre o risco de morrer. Ainda segundo Verardino, logo que os PMs começaram a negociação, os criminosos exigiram a presença de uma equipe da Delegacia de Roubo a Bancos - subordinada ao Departamento de Investigações sobre o Crime Organizado (Deic).Com a chegada da equipe, a quadrilha se rendeu e foi levada até a Deic, em Santana, na zona norte.

Jose Dacauaziliquá, O Estadao de S.Paulo

16 de julho de 2008 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.