Assalto a loja de conveniência deixa um morto em SP

Atingido por disparos de revólver, quando quatro marginais assaltaram, na noite desta sexta-feira, a loja de conveniências Select do posto Shell da Av. Morumbi, 6.700, no bairro do Morumbi, zona sul da cidade de São Paulo, o empresário húngaro Lajos Takats, de 76 anos, residente em Araçatuba, morreu quando era socorrido. Dois criminosos conseguiram furar o cerco policial, durante um tiroteio, e fugiram em um Gol vermelho. Os outros dois foram presos mas, por serem menores, não foram autuados em flagrante, apenas ouvidos em sindicância. Após o procedimento, foram encaminhados à Febem.Lajos, que tinha uma empresa de linhas cirúrgicas, estava no posto com a namorada, Luciana, e a mãe dela, Norma. Eles haviam marcado um encontro com parentes que foram buscar Norma naquele local.Os quatro assaltantes chegaram ao posto, por volta de 21h30. Dominaram o proprietário da loja de conveniências e um casal. Apanharam dinheiro, chicletes e cigarros. Fizeram reféns também um casal que chegou na loja durante o assalto. Nesse momento, a polícia, acionada por populares, chegou e iniciou-se o tiroteio.Lajos escondeu-se atrás de uma mureta. Os dois marginais que estavam fugindo passaram junto ao esconderijo dele. Assustado, o empresário levantou-se com os braços erguidos. Provavelmente imaginando que era uma reação, um dos ladrões atirou e o acertou. Ele morreu ao ser socorrido no Hospital São Luiz. A namorada dele e sua mãe conseguiram sair ilesas do tiroteio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.