Assalto deixa saldo de 3 baleados, 2 por balas perdidas, na zona norte do Rio

Pm reagiu e foi baleado 9 vezes pelos bandidos; outros 2 tiros feriram 2 mulheres

Ricardo Valota, do estadão.com.br,

20 Abril 2012 | 02h45

SÃO PAULO - Ao reagir a um assalto, por volta das 19h30 de quinta-feira, na esquina das ruas Pernambuco e Doutor Bulhões, no Engenho de Dentro, zona norte da capital fluminense, o sargento Cláudio Roberto Coutinho, de 49 anos, do Batalhão de Policiamento Militar em Áreas Turísticas (BPTur), foi atingido por nove tiros. Balas perdidas feriram duas mulheres que estavam em um bar em frente ao local onde o policial militar foi abordado.

 

Cristina Duarte, de 25 anos, ferida de raspão nas costas, e Edilaine dos Santos Ruth Griane, 30, baleada em uma das pernas, com fratura de fêmur, foram encaminhadas para o Hospital Municipal Salgado Filho, no Meier, e passam bem. No final da noite, o sargento foi transferido para o Hospital Central da Polícia Militar, no Estácio, onde continua internado em estado grave, mas deve sobreviver.

 

Cláudio Roberto Coutinho estava de moto e esperava pela esposa, que trabalha em um salão de beleza, quando foi surpreendido por quatro bandidos, em outras duas motos. Os tiros que atingiram o sargento e as duas mulheres teriam sido disparos pelos criminosos com a arma da policial, que teve uma bolsa, a arma e outros pertences roubados. A moto não foi levada. O caso foi registrado na 26ª Delegacia, de Todos os Santos.

Mais conteúdo sobre:
Tiroteio roubo balas perdidas Rio latrocínio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.