Assalto e tiroteio na prefeitura de São José dos Campos

Um assalto a um carro-forte em frente ao prédio da prefeitura de São José dos Campos, no Vale do Paraíba, fez uma morte e deixou quatro pessoas feridas. A quadrilha, formada por quatro homens, chegou ao Paço Municipal por volta das 10h45. Ao perceber a ação dos bandidos, os seguranças do carro-forte reagiram. Houve troca de tiros na rampa que dá acesso ao prédio, em meio às pessoas que passavam pelo local. As balas atingiram um vigilante, um funcionário, e uma senhora de 68 anos, além de dois assaltantes. Os vidros das portas de entrada da prefeitura foram estilhaçados. Um dos bandidos conseguiu pegar um malote, com cerca de R$30 mil, e tentou fugir. Foi baleado e morreu no local. O dinheiro acabou recuperado e o quarto integrante da quadrilha fugiu. O assalto mobilizou toda a polícia do Vale do Paraíba. Um helicóptero Águia deu apoio aos policiais e mais de quinze viaturas da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e Polícia Civil.Os tiros puderam ser ouvidos pelos funcionários, que se apavoraram. Muita gente saiu correndo. No momento do assalto, pelo menos 800 pessoas trabalhavam no prédio de sete andares. O prefeito Emanuel Fernandes (PSDB) estava na prefeitura e saiu sob a proteção dos delegados. Por volta do meio-dia, a PM fez uma varredura em todos os andares do prédio e isolou o local. Os funcionários foram dispensados e a prefeitura não funcionou no período da tarde.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.