AO VIVO

Acompanhe notícias do coronavírus em tempo real

Assassinato de família choca Birigüi

Três pessoas de uma mesma família foram mortas a facadas e tiveram os seus corpos queimados, na madrugada desta quinta-feira, no município de Birigüi, interior de São Paulo. A chacina, que chocou os 90 mil moradores de Birigüi, aconteceu no conjunto habitacional João Crevelaro, na periferia da cidade. Depois de matar a facadas Antônio França, de 51 anos, sua mulher, Marlene Maneiro França, 42, e Roberto Maneiro França, 5 anos, filho do casal, os assassinos colocaram os corpos amarrados sobre a cama do casal, jogaram gasolina e atearam fogo. Os moradores vizinhos perceberam o incêndio por volta de 5h30 da madrugada e chamaram o Corpo de Bombeiros. Dois suspeitos, Eder Fernandes, 20 anos, e F.R.P., 17 anos, já estão presos e, segundo a polícia, admitiram a autoria da chacina, cometida por vingança. Fernandes era namorado de uma filha do casal, que o denunciou à polícia depois de ser agredida por ele durante uma discussão. Esse foi o motivo alegado pelo rapaz para justificar a decisão de matar a família da namorada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.