Assassino de estudante no DF já havia cometido outro estupro

A Delegacia de Polícia Especializada (DPE) do Distrito Federal informou que o caseiro Bernardino do Espírito Santo Filho estuprou em Brasília mais uma jovem em abril deste ano, oito meses antes de violentar e assassinar a estudante universitária Maria Cláudia Del´Isola, de 19 anos. Em depoimento à polícia, ele confessou ter estuprado uma adolescente de 13 anos, em 11 de abril.Bernardino contou aos policiais que viu a menor pela primeira vez quando estava em bar, em São Sebastião (DF). Dias depois, o caseiro abordou a jovem com a promessa de emprego com salário de R$ 480. Segundo relato de Bernardino, os dois pegaram uma van para o Lago Sul. Depois de descer com a adolescente, ele conseguiu levá-la até um mangueiral e lhe agrediu com socos e pauladas na cabeça enquanto a estuprava. Depois de violentada, a jovem fingiu que estava morta e foi largada pelo caseiro.A polícia do DF conseguiu que Bernardino confessasse o crime depois de ser interrogado sobre o caso. Na época em que a menor denunciou a violência à polícia, foi feito um retrato falado e colhido esperma no dia do crime. Tanto as características do criminoso quanto os dados do DNA eram os mesmos do caseiro, segundo informou a assessoria de imprensa do Departamento de Polícia Especializada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.