Assassino de reféns em Sergipe é menor de idade

A Secretaria de Segurança Pública de Sergipe divulgou, na tarde desta segunda-feira, 30, que o assaltante que matou duas reféns durante um confronto com a polícia na tarde de sábado, dentro de uma farmácia, em Monte Alegre (a 156 quilômetros de Aracaju, no sertão do Estado), tem 17 anos e será encaminhado para um Centro de Atendimento. No fim da tarde, o governador em exercício do Estado, Belivaldo Chagas (PSB), foi a Monte Alegre, prestar solidariedade à família das vítimas - Francilane de Almeida, de 11 anos, e Bruna de Andrade, de 17. Ele aproveitou para anunciar que vai aumentar o efetivo da Polícia Militar da cidade de 12 para 15 homens e que destacou reforço para a equipe do Comando de Operações Especiais (COE) que procura o parceiro do adolescente preso, que conseguiu fugir durante a troca de tiros. Dupla sorte A aliança de casamento salvou a vida da empresária Elissandra de Almeida Santos, 32 anos, uma das três vítimas do assaltante José da Silva, 18 anos, o Cescé, durante uma tentativa frustrada de assalto, ocorrida em sua farmácia no sábado à noite, no município de Monte Alegre, a 156 quilômetros de Aracaju. Ela contou que ao ver que Cescé iria atirar em sua cabeça, levantou as mãos assustada, a bala pegou na aliança, resvalou e passou de raspão em sua cabeça. Elissandra, grávida de oito meses, caiu no chão e fingiu que estava morta. Foram mortas pelo assaltante a adolescente Bruna Vieira de Santana, 17 anos, e Francislene de Almeida, 11, cujo corpo foi enterrado nesta segunda-feira, no cemitério da cidade.

Agencia Estado,

30 Abril 2007 | 23h12

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.