Assassinos fuzilam oito pessoas em chacina no RJ

Cerca de vinte homens, armados com fuzis, mataram oito pessoas no Morro do Castro, em São Gonçalo, no Grande Rio, nesta madrugada. Entre as vítimas da chacina havia uma mulher que estaria grávida de quatro meses. A polícia suspeita que o mandante do crime seja o traficante Fabio do Amparo, de 21 anos, conhecido como Fabinho da Grota. Para a polícia, os assassinos são traficantes da Favela Vila Ipiranga e do Morro do Zumbi. A causa do crime seria a rivalidade entre as facções criminosas Comando Vermelho (CV) e Terceiro Comando (TC).A chacina aconteceu por volta das 3 horas da manhã. Das oito pessoas assassinadas, sete estavam na Travessa da Paz. Outro homem se encontrava na subida do morro, em uma área conhecida como Cova da Onça. A maioria apresentava marcas de tiros na cabeça. Segundo o delegado Luiz Carlos dos Santos, que investiga o caso, o crime foi premeditado. "Não houve troca de tiros, foi execução mesmo. Eles pegaram as pessoas determinadas", disse.De acordo com a polícia, Fabio do Amparo, ex-integrante do CV, teria voltado ao Morro do Castro, de onde foi expulso, para um acerto de contas. Ele estaria agora na facção Terceiro Comando, que controla o tráfico na Favela Vila Ipiranga e no Morro do Zumbi, próximos do local do crime. Segundo o delegado, o traficante já esteve preso. Santos investiga se ele foi solto legalmente ou é foragido. "Vou pedir aos parentes dele que ajudem no retrato falado, para eu pedir a prisão preventiva".Entre as pessoas assassinadas, estava José Francisco Azeredo Coutinho, de 34 anos, que seria tio do traficante e tinha seis filhos. A mulher de Coutinho, Maria Inês dos Santos, de 36 anos, também foi morta. A perícia vai confirmar se ela estava mesmo grávida. Os dois corpos foram levados para o IML, junto com os de Claudio dos Santos da Silva, de 29 anos, Alessandro Basileo Mendonça, de 17 anos, Eduardo Amaral do Amparo, de 21 anos, Paulo Ricardo da Silva, de 15 anos, Flávio Figueiredo da Conceição e Edmar da Conceição Correa, os dois com 18 anos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.