Assassinos matam cinco pessoas no sul de Minas

Cinco homens em um automóvel Gol, branco, de Juiz de Fora, são suspeitos de deixar um rastro de sangue e violência no sul de Minas Gerais. A Polícia Militar encontrou, neste sábado pela manhã, cinco corpos, sendo três em São Gonçalo do Sapucaí e dois em Cordislândia, cidades distantes cerca de 20 quilômetros uma da outra.Os cinco suspeitos de envolvimento nos homicídios foram vistos em São Gonçalo do Sapucaí, mas desapareceram. Segundo a polícia, os cinco crimes podem estar relacionados, pois, de acordo com um telefonema anônimo, o mesmo veículo, com cinco homens, foi visto próximo aos locais dos crimes.Os três primeiros homicídios ocorreram em São Gonçalo. Duas pessoas foram encontradas carbonizadas dentro de um Gol, azul, placa HMS-0019, de Juiz de Fora, que ainda estava pegando fogo no momento que a polícia chegou ao bairro Ressaca, na saída da cidade. A outra vítima foi encontrada próxima ao veículo, em uma mata, fora da estrada, com um tiro na cabeça. Os corpos ainda não foram identificados. As informações da perícia são de que os três corpos seriam de homens.Já em Cordislândia foi registrado o duplo homicídio. Dois corpos foram encontrados na estrada de 17 quilômetros que liga o município a Elói Mendes. As vítimas estavam caídas ao lado de um Gol branco, de placa GVM-7177, também de Juiz de Fora. A polícia ainda encontrou uma arma no local, que poderia ter sido usada nos dois crimes. Os dois corpos também não foram identificados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.