Assembléia aprova comissão para investigar cratera do metrô

O presidente da Assembléia Legislativa de São Paulo, deputado Rodrigo Garcia, aprovou nesta terça-feira a criação da comissão de representação do Legislativo para acompanhar os desdobramentos das investigações sobre o acidente ocorrido no último dia 13 nas obras da Linha 4 do Metrô, em Pinheiros.A equipe será coordenada pelos presidentes das Comissões de Serviços e Obras e de Transportes e Comunicações e composta por seus integrantes e mais cinco deputados de partidos políticos não representados nas referidas comissões, somando 21 parlamentares. O prazo para conclusão dos trabalhos, com apresentação de relatório conclusivo, é 14 de março, dentro do prazo de vigência da atual legislatura que termina em 15/3. Para realizar as investigações os deputados poderão promover diligências, realizar oitivas de autoridades, solicitar documentação e propor encaminhamentos."Estou certo de que essa comissão de representação conta com todos os instrumentos para obter os esclarecimentos necessários nesse primeiro momento. No final dos trabalhos, em 14 /3, a Assembléia terá condições de apresentar um documento que trará propostas importantes de encaminhamento dessa questão para a próxima legislatura", afirmou Garcia, segundo nota divulgada pela Assembléia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.