Assembléia confirma greve de ônibus amanhã em SP

Os motoristas e cobradores de ônibus de São Paulo deverão paralisar suas atividades, por tempo indeterminado, a partir desta terça-feira, nas empresas que optarem pelo corte dos vales-refeição. A posição foi ratificada durante a madrugada de hoje, em assembléia promovida pelo sindicato da categoria.Segundo Edvaldo Santiago, presidente da entidade, pelo menos 19 companhias não concordam com a posição do Sindicato das Empresas de Ônibus (Transurb) e devem se comprometer em conceder o benefício aos trabalhadores.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.