Ataque virtual faz mais de 31 mil vítimas no Twitter

Com os dados em mãos, cibercriminosos podem tornar públicas mensagens privadas e ter acesso a lista de contatos

Priscila Trindade, estadão.com.br

17 Abril 2012 | 19h28

São Paulo, 17 - Em menos de duas semanas, mais de 31 mil usuários do Twitter em todo o mundo tiveram as credenciais, como o login e a senha utilizados para acessar o microblog, roubados em um ataque virtual. A informação foi divulgada nesta segunda-feira, 16, pela companhia de segurança ESET.

A estratégia dos cibercriminosos disponibiliza links postados em inglês que dão acesso a uma página com a informação de que a conta saiu do ar. Depois, os internautas são induzidos a digitar os dados de acesso para entrar novamente no microblog. É nesse momento que os criminosos conseguem roubar o login e a senha dos usuários.

Segundo Camillo Di Jorge, representante da ESET no Brasil, o ataque é motivado pela curiosidade dos internautas. "As mensagens são referentes a acidentes, tragédias e outros assuntos que estejam em evidência na mídia. Isso chama a atenção do internauta", disse.

Com os dados em mãos, os cibercriminosos podem sequestrar a conta do Twitter e tornar públicas mensagens confidenciais, ter acesso a lista de contatos e deixar mensagens para outros usuários.

Até o momento, apenas tweets em inglês foram encontrados, mas a tendência é que as mensagens sejam postadas em outros idiomas em breve, inclusive o português. Além de manter o antivírus sempre atualizado, é preciso redobrar o cuidado na hora de acessar qualquer link no Twitter que não forem totalmente confiáveis.

Mais conteúdo sobre:
Twitter ataque virtual

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.