Até domingo, previsão é de muita chuva em São Paulo

Depois dos temporais de segunda e quarta-feira, os paulistanos ainda podem esperar por mais chuva nos próximos dias. Nesta quinta-feira, 7, a previsão indica mais uma vez a possibilidade de chuva no final da tarde. A boa notícia é que não deve ser tão intensa quanto as dos últimos dias."Hoje a chuva não deve ser tão forte, mas na sexta-feira e no final de semana as possibilidades de novos temporais na cidade de São Paulo aumentam muito", afirma o meteorologista André Madeira, da agência Climatempo.O mês de dezembro deve ser muito chuvoso na capital. De acordo com André, em apenas quatro dias já choveu 41% do volume normal para todo o mês. Segundo dados da estação medidora do Mirante de Santana na zona norte de São Paulo de 1º de dezembro até as 10 horas da manhã desta quinta o total acumulado é de 82,4 mm. A média histórica para dezembro é de 198,9mm. A chegada do ar quente e úmido do interior do País influenciado pelo El Niño - aquecimento das águas na região equatorial do Oceano Pacífico - junto com a presença de diversas frentes frias têm contribuído para a ocorrência de tantas chuvas não só em São Paulo como na região Sudeste de uma forma geral, de acordo com o meteorologista. O temporal que atingiu São Paulo na quarta-feira, acompanhado por intensas rajadas de vento, causou 54 pontos de alagamento, a maioria na Lapa e no Butantã, na zona oeste, e na Mooca, na zona leste. As fortes chuvas também causaram a queda de sete árvores em bairros das zonas sul e oeste, no período das 19 horas de quarta até as 7 horas desta quinta. Também houve um desabamento de residência, na Freguesia do Ó, e a queda de um muro em Cidade Ademar. A Defesa Civil ainda foi acionada para realizar cinco vistorias de edificações. Não houve registro de vítimas. Outros estados A Secretaria Nacional de Defesa Civil, órgão do Ministério da Integração Nacional, enviou nesta quinta-feira novos alertas para ocorrência de chuvas fortes para esta quinta-feira, 7, no norte do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Mato Grosso do Sul e Paraná. Segundo o órgão, a chuva persistirá até sábado em Santa Catarina, Mato Grosso do Sul e Paraná. Na sexta-feira e sábado, será a vez de Mato Grosso, São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia, Goiás, Espírito Santo e Minas GeraisEm alguns momentos, a chuva poderá ser acompanhada de descargas elétricas e de rajadas de vento de até 70 quilômetros por hora, principalmente nos Estados de Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Mato Grosso do Sul e Paraná.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.