Atiradores morrem em ataque a base policial em Rio Preto

Dois homens morreram nesta madrugada após ataque à base da Polícia Militar, no Jardim Santo Antônio, em São José do Rio Preto (a 450 quilômetros da capital de São Paulo). O atentado aconteceu por volta da uma hora desta madrugada. Emerson de Souza, 25 anos, e Wilson Carvalho Chaves Júnior, 19, estavam em uma motocicleta e disparam quatro tiros contra o posto policial e viaturas. O tenente-coronel Paulo Roberto de Zacarias Cunha, comandante do 17º Batalhão de Polícia Militar do Interior, acredita que o ataque tenha ligação com os atentados que vêm ocorrendo na capital paulista. "Estávamos alerta. Houve uma ação rápida e os policiais conseguiram manter o controle da situação", afirma. A Polícia Civil está participando das investigações.Após os disparos, os motociclistas foram perseguidos por uma viatura da Força Tática e outra de patrulhamento. No confronto com seis policiais, eles foram atingidos e morreram no Pronto-Socorro da Santa Casa de Rio Preto.De acordo com o tenente-coronel Zacarias, Souza já foi preso várias vezes. Tinha passagens pela polícia por tráfico de drogas, furtos e receptação. Nas costas dele, havia as inscrições "Cão da Morte" e "PCC", numa alusão à organização criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC).O prefeito de Rio Preto, Edinho Araújo (PPS), lamentou a morte dos dois rapazes. "Perdemos duas vidas, mas a polícia tem de fazer o seu papel. "Tiramos os dois elementos do convívio da população. Infelizmente, não estão presos para prestar os esclarecimentos necessários", afirmou.O tenente-coronel diz que em função dos atentados da Capital e da Baixada Santista os policiais rio-pretenses estão tomando certos cuidados. Já não andam mais sozinhos e estão sempre com coletes à prova de balas. Os atentados também colocaram a polícia da região de Rio Preto em alerta, segundo o tenente-coronel José Antônio Queiroz, de Catanduva (a 60 quilômetros de Rio Preto). "Os policiais estão preparados para qualquer tipo de ataque", disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.