Ato ecumênico marca os 16 anos da chacina da Candelária

Em 1993, oito crianças e adolescentes que dormiam próximo à igreja do centro do Rio foram mortas

24 Julho 2009 | 14h53

Durante o ato, cartaz pede que a maioridade penal não seja reduzida. Foto: Marcos D'Paula/AE 

 

Os 16 anos da chacina da Candelária foram lembrados nesta sexta-feira, 24, no Rio. No dia 23 de julho de 1993, oito crianças e adolescentes que dormiam próximo à igreja que fica no centro do Rio foram mortos por policiais.

 

Paretes e amigos das vítimas participaram dos atos em frente à igreja. Foto: Marcos D'Paula/AE

 

 

Na praça em frente à igreja da Candelária, pintura no chão lembra as vítimas. Foto: Marcos D'Paula/AE 

 

Além do ato ecumênico, igreja celebrou missa nos 16 anos da chacina. Foto: Marcos D'Paula/AE

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.