Ato no Rio repudia violência contra jornalistas nesta tarde

Em operação integrada na Rocinha, policiais encontraram 2,5 toneladas de maconha e 30 kg de cocaína

da Redação, estadao.com.br

02 de junho de 2008 | 14h54

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Rio e a Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) promovem nesta segunda-feira, 2, às 16 horas, em frente à Câmara de Vereadores, ato de repúdio ao seqüestro e à tortura de jornalistas na favela do Batan, em Realengo, por integrantes de uma milícia. Em uma operação integrada das polícias, que começou pela manhã, apreendeu 2,5 toneladas de maconha e 30 quilos de cocaína na Favela da Rocinha.   A manifestação ocorre no dia em que o assassinato do jornalista Tim Lopes, por traficantes, completa seis anos. Em nota de repúdio, o Sindicato dos Jornalistas do Rio classificou a violência contra os jornalistas como "um dos mais graves atentados à liberdade de informação" e destacou que "o Rio de Janeiro, alarmado com a infiltração do crime em suas instituições públicas, não suporta mais a impunidade dos falsos agentes da lei que protagonizam a violência".   Uma repórter, um fotógrafo e um motorista do jornal O Dia estavam vivendo há 14 dias em uma casa alugada na favela para preparar uma matéria sobre o cotidiano dos moradores, e foram denunciados às lideranças da milícia que controla o local. A violência ocorreu no dia 14 de maio, mas a direção do jornal só divulgou a notícia no último sábado, 31, para "não atrapalhar as investigações policiais".   Na operação para combater o tráfico de drogas com cerca de 180 policiais de diferentes delegacias especializadas, 20 policiais federais e seis PMs, três supostos traficantes da favela da zona sul do Rio, foram presos. De acordo com a agência Efe, as drogas foram retiradas da favela por um helicóptero. Os agentes continuam na favela em busca de drogas, armas e traficantes. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.