Ator Cláudio Heinrich é agredido em boate no Rio

O ator Cláudio Heinrich foi agredido na madrugada desta quinta-feira por um fã, em uma boate na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio. O agressor teria pedido para tirar uma foto mas queria que fosse num lugar reservado. Como o ator não quis se deslocar, pois estava com um grupo de amigos, o fã atirou um copo em seu rosto. Ao ser atingido, Heinrich desmaiou. Ele sofreu dois cortes no rosto e um no pescoço e levou 14 pontos em um hospital particular do bairro. Identificado apenas como Tiago, o agressor foi detido por policiais militares do Batalhão do Recreio dos Bandeirantes no interior da boate. Antes de ser levado para uma delegacia da Barra da Tijuca, ele foi atendido no Hospital Lourenço Jorge, por causa de um corte na mão. Liberado em seguida, Tiago prestou depoimento e vai responder processo por agressão em liberdade. Ferido, o ator foi socorrido por um dos sócios da boate e levado para a Clínica São Bernardo, onde ficou de repouso por algumas horas. No hospital, Heinrich disse a amigos e parentes que não conhecia o agressor e estava inconformado com o ocorrido. A polícia informou que a boate tem 12 câmeras de segurança e vai disponibilizar as fitas de vídeo para ver como aconteceu a confusão. Procurado pela reportagem, o ator não quis comentar o caso. A assessoria de imprensa da Record, onde ele trabalha, informou que Heinrich está descansando em casa e quer que o agressor seja punido.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.